Pular para o conteúdo
Home » Socialização na Educação Infantil: Como Promover a Interação das Crianças na Escola

Socialização na Educação Infantil: Como Promover a Interação das Crianças na Escola

A educação infantil é um processo de desenvolvimento que se inicia desde o nascimento e percorre um longo e lindo caminho de descobertas. 

Pensando assim, podemos ver desde cedo as crianças começando a fazer suas primeiras interações, nas descobertas dos sons e dos pequenos movimentos ainda bebês.

Esse nível de interação vai ser aprimorado a partir das vivências escolares, onde os pequenos conhecem um ambiente novo, além do que estão acostumados com seus familiares, passando a criar relacionamentos de confiança com adultos e outras crianças na mesma fase de descobertas. 

O que é socialização na Educação Infantil? 

A definição de socialização envolve aprender valores, crenças e comportamentos, assim como normas que devem ser seguidas para uma melhor convivência, desenvolvendo sentimentos que auxiliam na ideia de coletividade. 

Dessa forma, quando estamos falando de socialização, estamos falando de aprendizagem. E sabemos que as crianças começam o seu processo de aprendizagem quando ainda são pequenos e fofinhos bebês. 

Sim! As crianças começam a aprender ainda bebês, quando descobrem o toque nos objetos, o gosto dos alimentos, a olhar as cores, a responder aos sons. 

E esse processo se aprimora na educação infantil, onde a socialização cumpre o papel de ajudar a desenvolver habilidades linguísticas, cognitivas, pedagógicas e emocionais. 

Qual a importância da socialização para as crianças? 

A socialização na educação infantil é de fundamental importância para a evolução da criança frente às diversas situações do dia a dia. 

Muitas vezes imaginamos que as crianças são seres que não sabem interagir, todavia, elas estão em constante aprendizagem e realizam suas interações das mais diversas maneiras. 

Observar as crianças se socializando, seja na escola ou em outro ambiente em que ela se sinta segura para isso, permite que os adultos ao seu redor orientem o seu comportamento para ajudar na superação de suas dificuldades. 

A importância da escola nesse processo confere autonomia aos pequenos e eles passam a enxergar o mundo como um amplo espaço de oportunidades para interagir com outras pessoas. 

Começam a reconhecer quando há um real incentivo a socialização nessa fase da vida, e a presença da família como apoiadora da criança no ambiente escolar gera uma melhoria significativa no aprendizado.

A importância da socialização para as crianças implica no desenvolvimento de habilidades que podem ser as mais diversas e necessárias para o futuro dos pequenos exploradores.

 Veja abaixo uma pequena lista das habilidades adquiridas a partir da socialização:

  • Habilidades emocionais: quando a criança está no processo de socialização escolar ela vai precisar compartilhar momentos, dividir o espaço físico, além de fazer concessões para os seus colegas que vão acabar ajudando na formação como pessoa dos pequenos. 
  • Habilidades linguísticas: a criança no processo de socialização vai desenvolver a oralidade, onde, vai a cada momento aprender a expressar seus sentimentos através da comunicação oral. 
  • Habilidades matemáticas: quando falamos em habilidades matemáticas que a criança desenvolve a partir da socialização, devemos pensar na exploração que elas farão do espaço, descobrindo formas, brincando e aprendendo com os objetos que compõem o espaço de interação. 
Como funciona o processo de socialização?

Esse processo está ligado à construção da identidade cultural das crianças, onde elas observam comportamentos e começam a entender e praticar os padrões sociais necessários para a boa convivência com as pessoas a sua volta num misto de descoberta e superações. 

Assim, quando você apresenta para a criança situações similares às que ela costuma vivenciar em casa, facilmente ela vai reproduzir em um ambiente externo. 

Então se a criança tem o hábito de brincar com um irmãozinho ou mesmo com o papai ou mamãe, quando estiver inserido em outro contexto que envolve brincadeiras vai se sentir seguro para aquela atividade, aprendendo a respeitar o espaço do outro. 

Vejamos, por exemplo, a situação de um passeio com a criança no parquinho. O comportamento dela é de conhecer e explorar as habilidades que já desenvolveu. Então ela vai correr para os brinquedos porque entendi a finalidade daquele ambiente.

Do mesmo modo, quando a criança é colocada em um ambiente nunca visto, ela desperta o seu senso de curiosidade querendo saber tudo sobre as novas coisas que seus olhinhos veem. 

Mas aí você pode pensar, mas às vezes as crianças têm uma resistência de se sentir à vontade em um ambiente novo. O que fazer nessa situação?

Essa é uma situação comum para todos nós, não é mesmo? Quantas vezes ficamos nervosos por começar algo novo. Seja pela viagem de negócios ou simplesmente por encontrar alguns amigos da época da faculdade. Isso é normal! O desconhecido assusta um pouco. 

A segurança do ambiente e a segurança demonstrada pelos adultos transmitem para a criança a confiança necessária para a aceitação daquela experiência incomum para ela. 

Assim, ao deixar pela primeira vez a criança na escola, de certo ela vai perceber quanto de segurança os pais têm naquele ambiente e nas pessoas que compõem aquele núcleo educacional e isso pode ser determinante nessa fase de adaptação social. 

A prática da socialização na educação infantil

Uma das primeiras coisas que as crianças, e sem dúvidas, os pais vão aprender no início da educação infantil, quando os bebês deixam a proteção do ninho para aprenderem a voar, é a lidar com suas próprias emoções, compreendendo que para viver no mundo é necessário estar aberto a conhecer. 

Essa abertura inicial para os pais representa a capacidade que terão que desenvolver, de deixar o filho caminhar com as próprias pernas, ou seja, de realizar suas próprias descobertas e sentir e expressar emoções. 

E quanto aos pequenos, eles também têm uma zona de conforto e confiança que precisa ser expandida. E para isso acontecer é necessário compreender o tempo da criança. 

Portanto, a socialização é uma palavra que chama a atenção para o coletivo, todavia, a aceitação desse contato sociocultural acontece de forma única para cada indivíduo envolvido. 

Como desenvolver atividades de socialização no ambiente escolar?

A primeira coisa a se pensar quando falamos de socialização é que a criança vai iniciar sua vida escolar, e isso vai gerar mudanças que precisam ser acompanhadas por todos os envolvidos nesse processo. 

O ambiente escolar deve propiciar para as crianças espaços bem planejados para o desenvolvimento das práticas sociais para essa faixa etária. 

A criação de um espaço facilitador dessa conduta gera na criança confiança para explorar as possibilidades. 

Dessa forma, o ambiente também educa a criança, de modo a encorajá-la em aventuras das quais ela já aprendeu que podem ser realizadas ali. 

A educação infantil é o primeiro passo da criança fora do convívio familiar, sem a presença física da família em todos os momentos do seu dia. Assim, esse ambiente deve continuar sendo acolhedor, todavia, de modo ampliado e seguro. 

Devemos pensar que a educação acontece em todos os momentos e os ambientes pensados para as crianças devem oferecer segurança, não só para elas, mas para os pais e responsáveis, ao sair dali com a certeza de que a criança está protegida e cuidada. 

Pensando nisso, a escola, enquanto ambiente de socialização deve conter espaços intencionais para as práticas pedagógicas, onde as crianças aprendam a compartilhar, ajudar e serem ajudadas. 

É justamente esse acolhimento que o ambiente escolar oferece para a criança que faz com que tudo a sua volta se transforme em uma grande curiosidade e prazer em aprender e está ali com todos os seus coleguinhas e professores.

Na educação infantil um dos grandes pilares é a afetividade, desse modo, quando a crianças é introduzida no ambiente escolar, ela deve se sentir parte dele, assim como se sente parte da sua família, na sua casa. 

Essa afetividade é notada facilmente quando a criança cria laços com seus colegas e seus professores de modo a querer estar naquele ambiente pensado para ela. 

Falando em professores, eles são peças fundamentais do processo, pois vão mediar a boa relação dos pequenos com seus colegas, com o ambiente a sua volta e com o próprio aprendizado, de modo a estabelecer o cuidado físico, emocional e cognitivo nesse processo.  

Outro pilar fundamental do desenvolvimento das crianças é a brincadeira. Elas têm a arte de imaginar. Quem nunca pensou que queria novamente ser como criança? Pois é, acho que todos nós já passamos por isso em alguma fase da nossa vida. 

Os pequenos conseguem viver em um mundo só deles e isso é mágico e enriquecedor para o seu desenvolvimento. Na medida que se socializam com outras crianças expressam o afeto, geram e resolvem conflitos e se adaptam àquele ambiente e situação gerando o sentimento de pertencimento. 

Você acha que está na hora do seu filho ter novas experiências sociais? 

É difícil de acreditar que o seu bebê já vai para a escola, se socializar com outras crianças e descobrir uma infinidade de coisas, não é mesmo? 

Pensando nisso, o ambiente para o seu filho deve ser acolhedor, seguro, em todos os sentidos da palavra e demonstrar potencial para apresentar o mundo para a sua pequena criança a partir do desenvolvimento de habilidades que o ajudarão na sua jornada. 

A capacidade de socialização gerada pela interação escolar proporciona o desenvolvimento de crianças com grande potencial comunicativo, sabendo desde cedo expressar seus sentimentos e adquirindo habilidades socioemocionais que os acompanharão ao longo da vida. 

Venha conhecer a St. Nicholas School, traga seu filho para uma exploração do espaço físico da escola e para a convivência com os profissionais da educação que ajudarão na formação humanizada e globalizada da sua criança. 

A St. Nicholas School é a melhor escola infantil particular de São Paulo, com proposta internacional de ensino, voltada para o desenvolvimento do seu filho de forma afetiva, inserindo-o na coletividade a partir da socialização e respeitando suas individualidades.

Clique no link para fazer admissão agora mesmo!

https://stnicholas.com.br/admissions/.

Author

  • St. Nicholas School

    St. Nicholas School is a school with an international education with the aim of developing responsible, confident and caring citizens. Teaching students to ask the right questions, to get to the right places for them. You can find St. Nicholas School in Pinheiros and Alphaville.

//
//
Alphaville
//
Pinheiros

Exclusive channel for parents interested in getting to know the school.