Pular para o conteúdo

4 etapas do processo de aprendizagem na educação infantil

  • por
  • 6 min read
Share this post on social!

A infância é aquele momento brilhante, onde tudo parece ser possível. E realmente é possível aprender sobre diversas coisas e o processo de aprendizagem na educação infantil é um mundo de descobertas fantástico. 

As crianças descobrem sobre elas aos poucos, sentindo o toque da mãe na sua pele, ou apenas recostando a cabeça sobre o seu ombro. Observam cada aspecto do seu pequeno corpo em desenvolvimento, daí as primeiras lições da escola envolvem o reconhecimento das partes do corpo através de músicas, pinturas e jogos.

Nessa fase elas descobrem a sociedade a sua volta e estabelecem relações com seus pequenos colegas, sabendo desde cedo a desenvolver afinidades mesmo que de forma inconsciente. Dentro desse cenário as crianças criam laços para além da família e amigos próximos. 

Nessa fase elas querem chegar na escola e abraçar seus professores e expressar todo o carinho ou até mesmo as emoções que estão vivenciando. O que não é uma regra, pois algumas crianças demoram a desenvolver habilidades como o controle e expressão espontânea das emoções, dentro do processo de aprendizagem.  

Porém, desde os primeiros momentos de vida as crianças iniciam seu processo de desenvolvimento que inclui a aprendizagem de uma maneira geral. Então a cada descoberta da criança, a cada risada e até com o choro ela está aprendendo e se desenvolvendo junto com o mundo a sua volta. 

Mas afinal, como funciona o processo de aprendizagem?

O processo de aprendizagem, seja na educação infantil ou em qualquer fase da nossa vida, está diretamente ligado às mudanças. 

As mudanças levam ao desenvolvimento, que é justamente, o ato de descobrir para transformar, a partir do crescimento e das novas experiências do processo. Assim, as mudanças podem ser físicas, cognitivas e psicossociais. 

No caso das crianças, essa transformação é sempre constante e acontece rapidamente. 

Dessa forma, podemos perceber que o processo de aprendizagem é algo amplo e está ligado a todos nós em todas as fases da nossa vida. 

Pensando assim, quando as crianças são levadas à escola, o seu processo de aprendizagem está saindo da fase  de desenvolvimento físico, contada de zero aos 2 anos, determinada pelas descobertas motoras e está caminhando para o despertar cognitivo, que abrange ainda focadas em  experiências individuais. 

Vejamos as etapas desse processo logo adiante!

O processo de aprendizagem e as 4 etapas de desenvolvimento

Estamos aprendendo constantemente, isso é um fato. Segunda a teoria construtivista de Jean Piaget, as fases de desenvolvimento não podem ser burladas no processo de aprendizagem. 

Para isso, vamos entender cada uma das 4 fases descritas em sua teoria compreendendo como tudo isso se inicia na vida das crianças.

Isso nos leva ao seguinte questionamento: Como as crianças aprendem? 

Segundo Piaget as crianças aprendem através das interações sociais e tudo que está a sua volta contribui para esse processo. 

Sua teoria aponta que o processo de desenvolvimento da aprendizagem infantil e todo o conhecimento que a criança adquire vai se acumulando e tornando o mundo dela mais amplo. 

O sentido que a criança dá aos acontecimentos vai se alterando, pois, as coisas começam a ter diferentes significados para ela.  

Devemos sempre lembrar que nas fases do processo de aprendizagem as crianças desenvolvem habilidades que serão continuadas ou consolidadas nas fases seguintes. Desse modo, o processo deve ser seguido de forma consciente por todos aqueles que fazem parte da vida das crianças.

1. Desenvolvimento físico 

Essa fase pode ser chamada de sensório-motor e ocorre dos 0 aos 2 anos da vida da criança. 

Aqui, elas percebem que seus movimentos geram ações e podem ser as mais variadas possíveis. Nela, a criança começa a descobrir as inúmeras possibilidades que o mundo oferece.

Estamos falando do período na vida do bebê em que todos os seus sentidos estão sendo descobertos, onde a visão, tato, paladar e a própria noção espacial estão em desenvolvimento. 

Essas descobertas por parte da criança, fazem necessária uma atenção redobrada dos adultos à sua volta. 

Estamos falando da fase da vida onde os pequenos vão descobrir a existências das cores, com o aprimoramento da visão. Ainda as sensações táteis, onde se descobre o quente, o frio, por exemplo, assim como o gosto dos alimentos. 

2. Desenvolvimento cognitivo 

Ocorre aproximadamente dos 2 aos 7 anos e essa etapa de desenvolvimento é definida pela capacidade do cérebro de processar informações e obtê-las do mundo. Assim, a criança armazena processos que envolvem aspectos variados como a linguagem, pensamentos, raciocínio, memória, resolução de problemas e um senso de individualidade. 

Observando os aspectos cognitivos que a criança desenvolve nessa etapa, podemos destacar aqui a linguagem, que começa a ser cada vez mais estimulada, sendo ampliada no processo de alfabetização das crianças, quando estas começam a ter contato com a língua escrita, descobrindo uma outra forma de comunicação.

Os pensamentos e a memória como capacidades que se expandem nessa fase, devido ao mágico universo das histórias e das músicas, são uma parte importante da ligação entre o universo imaginário que a criança é submersa em suas experiências literárias e a realidade cotidiana.  

3. Desenvolvimento social 

Essa fase de desenvolvimento vai dos 7 aos 12 anos de idade. Aqui, a criança desenvolve a capacidade de solucionar problemas concretos, trocar informações com outras crianças e com adultos de maneira mais sólida. 

Nessa fase começam a aprender regras sociais e adquirir senso de justiça. Além de consolidar os aprendizados das demais fases do processo.

A criança começa a desenvolver habilidades mais complexas, onde o raciocínio lógico ganha força. 

4. Desenvolvimento afetivo

A partir dos 12 anos a criança caminha para a adolescência e completa seu raciocínio lógico. Nessa fase, se inicia também o desenvolvimento afetivo de maneira mais consciente. 

Daqui em diante, começam a lidar com questões lógicas e abstratas criando situações hipotéticas, indicando possibilidades teóricas e práticas com autonomia. 

Seguindo os passos teóricos de Piaget, continuamos nesse desenvolvimento por toda a vida. 

Fatores que contribuem com o processo de aprendizagem na educação infantil

Veja bem, um grande facilitador desse processo para os pequenos é o ambiente escolar. 

Nele as crianças desenvolvem a aprendizagem de forma guiada, respeitando cada fase da vida e das descobertas, através das técnicas pedagógicas necessárias para cada período.  

Quando a criança é inserida na educação infantil, no entanto, não significa que seja uma folha em branco, pronta para ser adaptada aos moldes da metodologia de ensino utilizada na instituição de ensino escolhida, mas sim, um ser com tempo próprio para desenvolver as habilidades necessárias para a vida em sociedade. 

A partir da vivência da educação infantil a criança desenvolve habilidades que são primordiais para a continuação da vida em sociedade de forma satisfatórias aos seus próprios interesses e as necessidades sociais em geral. 

O estímulo dos pais é uma característica fundamental para o desenvolvimento da criança. Sua autoconfiança é baseada na promoção de um ambiente seguro para suas descobertas diárias. 

Quais as contribuições dos jogos e brincadeiras para o desenvolvimento infantil?

Já sabemos que os jogos e as brincadeiras são ferramentas de extrema importância para o desenvolvimento infantil.

Author

//
//
Alphaville
//
Pinheiros

Exclusive channel for parents interested in getting to know the school.