Pular para o conteúdo

Vivendo Nossos Valores na Era das Mídias Sociais

Share this post on social!

Junto com as maravilhas da tecnologia vem os desafios de navegar novas formas de se comunicar online. Em 1994 nós nos relacionávamos de três maneiras simples: através da conversa ao vivo com uma pessoa, através de uma ligação telefônica ou então escrevendo uma carta em papel. O email estava começando a surgir e estava sendo usado por alguns pioneiros. Trinta anos passaram e como o panorama da comunicação mudou!

Plataformas de mídia social como Tik Tok, Instagram, Snapchat, Whatsapp, entre outros, oferecem aos nossos jovens acesso e exposição sem precedentes ao mundo ao seu redor. De diversas maneiras há benefícios nessas plataformas. As mídias sociais permitem que os jovens se conectem com amigos e familiares. Permitem que se expressem, aumentando a criatividade através do compartilhamento de ideias, música e arte. Elas abrem portas para eventos e problemas contemporâneos. 

Pode ser que você já permita que seu filho acesse as mídias sociais ou talvez esteja ponderando quando será o momento certo de começar a permitir o acesso de seu filho. 

Muitos aplicativos de mídia social são permitidos para crianças com 13 anos ou mais. Se você permite que seu filho acesse as mídias sociais, pedimos sua vigilância. Assim como qualquer interação ao vivo, as interações online requerem supervisão e apoio. As famílias adotam abordagens variadas e há muitos bons conselhos online, mas algumas estratégias que frequentemente aparecem incluem:

  • Monitore os aplicativos baixados em seus telefones e outros dispositivos
  • Habilite controles parentais em telefones e consoles (veja abaixo)
  • Revise as mensagens enviadas nas plataformas e aplicativos – faça o monitoramento ser parte de uma rotina diária ou semanal
  • Defina expectativas sobre quando e onde os dispositivos podem ser usados – os espaços comuns são geralmente melhores!
  • Incentive as crianças a compartilhar e conversar com você sobre o que estão fazendo

Embora os benefícios desta forma de comunicação sejam apreciados, seu apoio e monitoramento são elementos chave para a promoção do uso positivo das mídias sociais.  Todo aluno da St. Nicholas é membro de nossa comunidade 24 horas por dia, 7 dias por semana, então estamos comprometidos com o uso saudável da tecnologia por todos os membros de nossa comunidade. 

Uma forte parceria entre a casa e a escola é essencial para promover segurança, cuidado e uso pró-social da tecnologia. Frequentemente os alunos se vêem como espectadores em grupos onde ocorrem trocas desagradáveis e cyberbullying. Temos a obrigação e o dever de guiar nossos jovens. Se estão testemunhando ou sofrendo cyberbullying, eles precisam de nosso apoio para informar um adulto de confiança em casa e/ou na escola para que todos os envolvidos possam receber apoio. Quando uma criança relata uma preocupação em casa, pede-se que os pais compartilhem a informação com a escola para que medidas possam ser tomadas.

Quanto mais discutirmos e educarmos sobre essas questões, melhor. O currículo da St. Nicholas de PSPE no Ensino Primário e o currículo PSHE no Secundário têm cidadania digital integrada ao longo dos anos de estudo.

Temos o cuidado de abordar a utilização de plataformas de redes sociais e o cyberbullying através destes programas e caso a caso, incluindo conversas individuais e oportunidades de ensino à medida que surgem.

A educação de caráter e valores é uma dimensão de aprendizagem integrada e em tempo integral em uma Escola Mundial IB, onde os atributos de sermos cidadãos globais atenciosos, com princípios e de mente aberta estão no centro de tudo o que fazemos.

Como nós, enquanto pais, podemos preparar nossos filhos para o uso das mídias sociais?

KidsHealth.org oferece algumas orientações úteis:

  1. Seja legal. As crianças precisam ouvir que o comportamento malvado não é tolerável. 
  2. Pense duas vezes antes de apertar “enter”. Privacidade é importante para todos. 
  3. Siga a regra OQVD (“O que a vovó diria”)
  4. Use as configurações de privacidade. Converse sobre como melhor usar os dispositivos e aplicativos.
  5. Não aceite amizade de estranhos. Uma regra simples e eficaz.

Há um guia conciso, com passo-a-passo sobre como habilitar os controles parentais nas mídias sociais de seu filho, fornecido e atualizado em internetmatters.org

As mídias sociais apresentam aos nossos alunos complexidades que nós não vivenciamos em nossa infância. Assuntos complexos exigem esforço coletivo e concentrado. Estamos comprometidos com a educação de jovens que sejam atenciosos, compassíveis e responsáveis usuários de tecnologia. Como toda escola que busca excelência, contamos com o apoio, confiança e parceria de nossas famílias para sustentar nosso esforço em benefício de todos os membros de nossa comunidade.

Author

  • Andrew VanderMeulen

    Andrew VanderMeulen é Diretor da Escola St. Nicholas Pinheiros. A cidadania digital e a integração da tecnologia nas escolas, e como estas se relacionam com a criatividade e o bem-estar dos alunos, são tópicos que Andrew gosta de explorar em ambientes de aprendizagem inovadores do IB.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//
//
Alphaville
//
Pinheiros

Exclusive channel for parents interested in getting to know the school.